Resistência da BRS Zuri para pastagem

Desenvolvida pela Embrapa, juntamente à Unipasto, a BRS Zuri é uma gramínea cespitosa, de porte ereto e alto, folhas verde-escuras, longas, largas e arqueadas.

A BRS Zuri pede um manejo preferencialmente em pastejo rotacionado. A cultivar se desenvolve bem em solos de média a alta fertilidade e possui tolerância moderada ao encharcamento do solo, semelhante ao Tanzânia-1.

Solos drenados, porém, são ideais para seu melhor desempenho. Pastagens nos biomas Cerrado e Amazônia podem ser beneficiadas pelas características da BRS Zuri.

Outra vantagem dessa cultivar é sua excelente rebrota e alta produção, quando comparada ao Mombaça. É uma forrageira de elevada produção e de alto valor nutritivo, vigor, capacidade de suporte e desenvolvimento animal.

Essa cultivar apresenta outro aspecto positivo: alta resistência. A BRS Zuri mostrou-se resistente à cigarrinha-das-pastagens e alto grau de resistência à mancha das folhas.

Esta solução tecnológica pode ser encontrada aqui na Sementes Acampo, que é associada Unipasto, com a qualidade comprovada pela Embrapa.


Fonte: Unipasto


0 comentário