Alternativas de manejo para época de seca




Os períodos de seca significam pouca oferta de água e luz para o desenvolvimento da pastagem. Por isso é muito importante que o produtor adote medidas para a manutenção da saúde e ganho de peso dos animais nesse período.

Durante essa época do ano a forragem, mesmo que escassa, é indispensável. É essa pastagem que pode ajudar na estocagem de matéria seca e acabar economizando gastos, uma vez que a alta procura e a baixa oferta durante o período faz o preço chegar às alturas.


Com a queda na qualidade e a quantidade do pasto, também é preciso alterar a taxa de lotação no período, já que o superpastejo pode levar ao processo de degradação da pastagem.

Para garantir a oferta de pasto na seca é importante adotar a preservação de forragem no período de águas. Se a taxa de lotação for reduzida durante primavera/verão e parte desse pasto for vedado corretamente, é possível preservar cerca de 20% a 30% para o período da seca.


Uma dica é realizar a vedação do pasto em duas etapas. A parte vedada primeiro deve ser utilizada antes. A outra pode ser usada mais à frente, garantindo maior cobertura para o

período de seca. Porém, o planejamento deve ser bem feito, para melhor utilização e distribuição da forragem.


Lembrando que braquiárias são excelentes opções para a vedação, devido ao seu potencial de crescimento e valor nutritivo. Junto delas, pode-se utilizar sal proteinado e aditivos para completar a nutrição do animal e evitar dietas desbalanceadas.


Fonte: Unipasto

0 comentário